14 de novembro de 2018

Gestão escolar: tudo o que você precisa saber sobre o assunto

Por Amanda Viegas

Compartilhar

O dia a dia escolar dispõe de diversas tarefas importantes para que a instituição continue funcionando apropriadamente, o que torna a gestão escolar essencial. Ela foi criada como um método para otimizar e melhorar os processos escolares por meio de uma organização e um planejamento articulados. O objetivo principal é aumentar a eficiência e a qualidade dos serviços da escola.

Neste artigo você vai ler sobre o que é a gestão escolar, sua estrutura e como desenvolvê-la com qualidade. Continue lendo!


Gestão escolar: o que é?

A gestão escolar se trata de um sistema de organização dentro da escola. Tem como foco traçar e alcançar objetivos por meio de uma análise contínua para tomada de ações. Está relacionada, principalmente, ao avanço do processo educacional como um todo, tornando-o eficaz. Suas atuações também dizem respeito à redução da inadimplência, à motivação dos colaboradores e professores e ao engajamento dos alunos e familiares, por exemplo.

A partir dos resultados apresentados em determinado período, a escola pode analisar o cenário e realizar intervenções a fim de buscar melhorias. O gestor tem o papel de atuar de acordo com a legislação educacional vigente, administrar a escola e promover a excelência no ensino. No entanto, a gestão da escola em sua totalidade cabe, também, a toda a equipe pedagógica, que possui grande responsabilidade na manutenção da instituição.

“O que está impedindo o progresso da escola?” é a principal pergunta que a gestão escolar deve responder. Isso torna o registro de tudo o que acontece dentro da escola extremamente importante: o plano de ensino anual, os diários de classe, os planos de aula, os boletins escolares, os conselhos de classe, os relatórios de atendimentos, entre outros, são documentos valiosos que podem indicar pontos de atenção. Dessa forma, é possível identificar o que deve ser melhorado.

Estrutura e funcionamento da escola

A estrutura diz respeito às instalações físicas da escola, enquanto o funcionamento está diretamente relacionado com a participação da equipe pedagógica nos processos escolares. É importante que esses dois aspectos estejam funcionando bem, visto que têm um impacto direto na gestão da escola.

A infraestrutura da instituição deve estar em boas condições de uso, o que inclui fácil acesso para os jovens com necessidades especiais. Além disso, a forma como espaço será utilizado deve ser planejada a fim de proporcionar um bom ambiente de aprendizagem não só dentro de sala de aula, mas em toda a esfera escolar. Dessa forma, o gestor tem o papel de verificar e investir na estrutura do local, por meio de ações como:

  • Implantar novas tecnologias, como salas de informática ou recursos de multimídia;
  • Garantir que os laboratórios tenham equipamentos suficientes para os alunos;
  • Verificar se o pátio está em bom estado de conservação e realizar reformas;
  • Investir em compra de novos livros para o acervo da biblioteca da escola;
  • Assegurar que a cantina tenha um espaço adequado e mesas em quantidade razoável;
  • Averiguar se as quadras e objetos esportivos estão em boas condições de uso.

Como realizar uma gestão escolar de qualidade?

O primeiro passo para realizar uma gestão escolar de qualidade é criar um planejamento estratégico. Esse plano ajuda o gestor a criar o hábito de traçar objetivos claros a serem alcançados e prazos para colocá-los em prática. Nesse plano devem-se considerar as oportunidades de melhoria, as dificuldades enfrentadas no último ano letivo e as ameaças do contexto em que a escola está inserida.

Há diversas formas de verificar os pontos que a instituição pode desenvolver, como analisar as escolas semelhantes e o que elas oferecem de diferenciais, a satisfação dos familiares e o desenvolvimento dos alunos em sala de aula, por exemplo.

No entanto, alguns problemas como evasão escolar recorrente e altas taxas de inadimplência podem comprometer os recursos financeiros da escola, o que impacta diretamente no seu funcionamento. Nesse sentido, é importante investir em alternativas de análise mais profundas, além de buscar maneiras de aumentar o rendimento da instituição.

Quer saber mais sobre como manter e melhorar a saúde financeira da sua escola? Baixe o nosso infográfico gratuitamente:

cta-gestao-escolar-tudo-o-que-voce-precisa-saber-sobre-o-assunto

O que achou do artigo? Ele foi útil para você? Deixe a sua opinião nos comentários abaixo!

Compartilhar

Leia Também:

Deixe seu comentário