22 de agosto de 2018

O que os pais levam em consideração na hora de fazer a matrícula dos filhos

Por Amanda Viegas

Compartilhar

A matrícula é uma etapa muito importante tanto para a escola quanto para os pais e familiares dos alunos, pois nesse momento se decide onde o aluno irá estudar. No entanto, identificar o que os responsáveis levam em consideração na hora de fazer a matrícula dos filhos não é uma tarefa fácil.

A escola deve deixar claro para os familiares que ela irá contribuir de forma significativa para a formação dos seus filhos. Mas deve, também, mostrar outras características relevantes que podem ajudar a instituição a se diferenciar das demais no momento da decisão.

Neste artigo, você irá conhecer três das principais preocupações das famílias. Continue lendo e saiba como chamar a atenção dos pais e responsáveis na campanha de matrículas:


1. Proposta de ensino

A característica mais importante que os responsáveis costumam analisar é a proposta pedagógica da escola e a qualidade do ensino. Afinal, confiam à instituição a formação integral de seus filhos. Uma pesquisa realizada pela ClassApp sobre o que os pais esperam de uma escola particular revelou que 80% dos responsáveis consideram a excelência da educação e os valores morais e éticos como aspectos mais importantes na hora da matrícula.

Dessa maneira, a escola tem que deixar clara a sua identidade e seus valores morais, ou seja, que tipo de aluno e cidadão pretende formar. Nesse sentido, é fundamental quais as missões da instituição. Assim, os pais e responsáveis podem identificar se a instituição possui um perfil compatível com os próprios interesses.

O principal objetivo das escolas é fornecer uma educação integral, por isso, devem deixar claro para os pais e familiares como isso será colocado em prática. Ao contrário do que muitos pais pensam, educação integral não se trata de manter o aluno o dia todo no ambiente escolar. Portanto, é extremamente importante que a instituição tenha em mente que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) prevê o desenvolvimento completo dos estudantes, de maneira que sejam trabalhados não apenas os aspectos cognitivos, mas também os socioemocionais.

Pensando nisso, é interessante que a instituição proponha atividades extracurriculares para complementar a educação dos estudantes como um diferencial. A escola pode, ainda, oferecer inovações pedagógicas como um benefício para a família e para os alunos. Uma opção de metodologia se trata do Ensino Híbrido, que combina características do ensino online com o presencial.

Além disso, é importante que a instituição estimule uma boa relação entre os responsáveis e a escola, de maneira que eles estejam ainda mais envolvidos na educação dos filhos. A escola pode, também, mostrar quantos alunos foram aprovados em universidades através do SiSU após passarem pela instituição, o que irá chamar bastante atenção dos pais.

2. Mensalidade, infraestrutura e localização

A matrícula escolar vai muito além da aquisição de um serviço, visto que o foco está na formação do aluno como cidadão integral e um futuro profissional qualificado. Ainda que a qualidade do ensino seja o fator mais importante para os pais e responsáveis, eles também ponderam a respeito do valor da mensalidade, visto que tem um impacto direto no planejamento financeiro da família.

Pensando nisso, é importante que a escola tenha em foco o público que pretende atingir, para que as propostas de valores estejam de acordo com as condições financeiras das famílias dos alunos. É possível pensar em diferentes formas de pagamento, opções de bolsas de estudo, desconto para irmãos, entre outros.

É importante promover a segurança dos estudantes, além de ter uma infraestrutura adequada para as práticas pedagógicas. Quando se fala de infraestrutura, é necessário considerar se há espaço adequado para a prática de esportes, por exemplo, ou mesmo laboratórios de informática que atendam toda a demanda dos alunos e professores.

Um aspecto que não deve ser ignorado pela escola no momento de prospectar novos alunos é a localização. Ela é importante, pois o transporte até a instituição faz parte da rotina dos alunos. Há pais e responsáveis que levam e buscam os filhos na escola, embora há aqueles que prefiram o transporte escolar terceirizado. Independentemente da escolha, a campanha de matrícula deve ser, de preferência, direcionada para uma área específica.

3. Praticidade na compra de materiais didáticos

Outra grande preocupação dos pais na hora da matrícula dos filhos diz respeito à compra de material didático. De acordo com a pesquisa realizada pela ClassApp, 67% dos pais valorizam um excelente material didático para o uso dos filhos. Por isso, além de garantir obras de relevância e que sejam compatíveis com a identidade e a proposta da escola, é importante pensar em como os pais irão comprar esse material.

A principal dificuldade enfrentada é garantir a compra da lista completa dos livros em um só lugar, visto que muitos livros escolhidos não fazem parte de uma só coleção ou editora. Além disso, quando se passa por esse processo de procura do material, é possível que aconteçam equívocos na compra – talvez confundir os autores, a editora ou mesmo o ano escolar do livro. Outro problema que pode acontecer é a indisponibilidade do material no momento da compra.

Muitas escolas costumam resolver essas questões com a oferta dos livros na própria instituição. No entanto, as formas de pagamento são limitadas e a escola tem que gerenciar toda a logística do processo – que não é simples. Principalmente no início do ano, os responsáveis costumam ter muitas despesas para pagar. Portanto, buscam por possibilidade de parcelamento no cartão de crédito, boleto ou mesmo descontos.

Ainda que a compra na escola ofereça benefícios, muitas instituições não são capazes de emitir nota fiscal. Isso é um desejo e um direito dos pais na hora da compra.

Pensando nisso, o ideal é que a escola possibilite a compra de todo o material didático de forma online. Dessa maneira, a escola reduz significativamente as questões logísticas que tem que administrar, ao mesmo tempo em que garante aos pais a comodidade de fazer a compra quando e onde quiserem, pagando da forma que preferirem e recebendo todos os volumes em casa.

A tecnologia tem trazido cada vez mais benefícios para a educação e a compra do material didático é apenas um deles. Sendo assim, fica claro que é possível utilizar ferramentas digitais como uma vantagem na campanha de matrículas. Pensando nisso, preparamos um e-book sobre o tema que você pode baixar gratuitamente:

cta-o-que-os-pais-levam-em-consideracao-hora-da-matricula-dos-filhos

Este artigo foi útil para você? Compartilhe a sua opinião nos comentários e contribua ainda mais para a discussão sobre o assunto!

Compartilhar

Leia Também:

Deixe seu comentário