28 de janeiro de 2020

Projeto Político Pedagógico – O que é PPP

Por Nicolle Abreu

Compartilhar

Bastante conhecido no segmento de educação, o Projeto Político Pedagógico (PPP) é um documento que ainda gera dúvida em muitos gestores e educadores. Segundo a Lei de Diretrizes e Base da Educação Nacional (LDB), o PPP é um documento obrigatório para todas as escolas.

Pensando nas dúvidas que ainda existem a respeito do documento, preparamos este artigo. Confira!


O que é o Projeto Político Pedagógico – PPP

O Projeto Político Pedagógico é um documento que reflete a proposta educacional da escola. Com ele, a comunidade escolar pode desenvolver um trabalho coletivo, em que responsabilidades são assumidas para a execução dos objetivos estabelecidos. Dessa forma, é possível mensurar as estratégias para alcançá-los.

Todos os âmbitos que compõem o meio educacional devem ser pensados durante a construção do PPP.  A proposta curricular, por exemplo, deve ser elaborada deixando claro o que será ensinado e qual a metodologia adotada. Além disso, aspectos como diretrizes de gestão administrativa e de formação de professores também devem ser pensados durante a elaboração do projeto.

A importância do PPP na escola

Toda instituição possui metas e objetivos que quer alcançar. O Projeto Político Pedagógico é o responsável por organizar e definir o trajeto que levará a escola até seus objetivos. Sem ele, gestores, professores e funcionários ficariam sem rumo e desalinhados quanto às suas funções.

O próprio nome do documento nos ajuda a compreendê-lo:

Projeto: porque contém metas e ações concretas, que devem ser executadas ao longo do período letivo.

Político: essa é a parte que carrega consigo a função social da instituição. A escola é um lugar de formação de cidadãos. Isso significa que, além dos conteúdos das disciplinas, a instituição também busca formar alunos conscientes, responsáveis e críticos, que atuarão ativamente em sociedade, mudando os rumos que ela seguirá.

Pedagógico: projetos educativos são definidos no PPP, além de organizar atividades necessárias para o processo de ensino-aprendizagem.

Pode-se entender, portanto, o Projeto Político Pedagógico como um guia, indicando a direção não apenas de gestores, mas de toda a comunidade acadêmica. Sua elaboração precisa ser feita com calma e seriedade, já que não pode haver dúvidas sobre a rota a ser seguida. O ideal é que o PPP também seja construído de maneira flexível, para se adaptar às necessidades de aprendizagem dos alunos.

Dúvidas sobre o Projeto Político Pedagógico (PPP)

Mesmo se tratando de um documento obrigatório para todas as instituições, alguns gestores ainda possuem dúvidas na hora de construir o PPP. Algumas das principais dúvidas são:

1) Quem faz o Projeto Político Pedagógico?

O ideal é que o PPP seja elaborado de maneira colaborativa. Apesar de possuir um caráter de formal, o documento deve ser de fácil compreensão. Algumas instituições optam pela formação de um conselho escolar que delibera sobre a construção do PPP. O importante é que todos tenham voz durante a elaboração do projeto.

Ainda assim, cabe ao diretor e coordenador pedagógico organizar esse processo, de maneira a garantir sua eficiência de maneira democrática. O diretor também desempenha o importante papel de dar forma ao documento, redigi-lo e divulgá-lo.

2) Qual é o objetivo do Projeto Político Pedagógico – PPP?

De maneira geral, o principal objetivo do PPP é promover autonomia e independência dos espaços educativos. O projeto político pedagógico também fortalece o clima de pertencimento dos componentes do meio acadêmico. Alunos, professores e funcionários compreendem seu papel como elementos ativos da instituição, e assim se empenham para que suas responsabilidades sejam cumpridas.

3) O que deve conter no Projeto Político Pedagógico (PPP)?

Esse documento deve apresentar uma visão geral da instituição, além nortear as ações de toda a comunidade escolar. Em sua estrutura, é importante apresentar a missão da instituição, na qual se define qual o tipo de aluno que se quer formar, contexto e caracterização da escola, diretrizes pedagógicas e plano de ação. Para todos esses pontos, é válido pensar na estrutura física da escola, o histórico da comunidade, além de definir o que deve ser propriamente trabalhado.

4) Por que o PPP é uma ferramenta flexível?

O PPP se trata de um guia para atender à comunidade escolar. Assim, é fundamental que o documento seja amplo e diga a respeito de todas as ações escolares. Portanto, são necessárias algumas adaptações para que o PPP seja adequado às necessidades dos alunos.

Outra maneira de pensar o projeto como uma ferramenta flexível é levar em consideração o fato de que finalizar o documento não significa finalizar o processo. O Projeto Político Pedagógico deve ser revisto periodicamente, para se ajustar aos objetivos e prazos que já foram alcançados e aos que precisam ser modificados.

PPP: a sua origem e o processo histórico

Apesar da obrigatoriedade do PPP ter surgido apenas em 1996, as discussões sobre uma mudança no meio educacional começaram a surgir um pouco antes. Em 1980 o Brasil e o mundo foram marcados por um movimento de democratização. Começou-se a questionar o modelo de Estado Intervencionista, onde a instituição tinha suas decisões tomadas de forma centralizada e vertical.

O âmbito acadêmico também sofria com essas ações e, em 1988, o Fórum Nacional em Defesa da Escola Pública começou a levantar discussões pedindo a instituição de uma gestão democrática do ensino. Dessa forma, seria possível garantir a autonomia de cada escola e ainda seria uma maneira de inserir as escolas nas novas realidades.

A partir desse processo, o Projeto Político Pedagógico foi instituído na Constituição de 1988. Sendo assim, cada comunidade podia fazer parte das considerações gerais a serem analisadas na definição das diretrizes de uma escola. Anos mais tarde, A Lei de Diretrizes e Base da Educação Nacional (LDB) afirma a obrigatoriedade do documento em todas as instituições.

Conclusão

O projeto político pedagógico é uma importante estratégia acadêmica para que se trace metas e o caminho para atingi-las. Refletindo a proposta educacional da instituição, esse documento requer atenção em sua construção. Para isso, preparamos um infográfico gratuito com dicas para construir o projeto político pedagógico da escola. Confira:

Compartilhar

Leia Também:

Deixe seu comentário